“Assim como existem diferentes facetas do desconhecido, como o próprio desconhecido, que não escondem nada, que não pedem por explicação ou descoberta, que simplesmente não existem em uma percepção pessoal, também existe o desconhecido que se estende sobre um vácuo, que desperta o desejo de si mesmo e grita por libertação. Esse desconhecido peculiar, […]

Read More →